MENINA E MOÇA
Bernardim Ribeiro

COPENHAGA
Michael Frayn
24 Abril, 2003
JOSÉ E MARIA
Peter Turrini
15 Novembro, 2002

MENINA E MOÇA

Bernardim Ribeiro

DRAMATURGIA E ADAPTAÇÃO
Maria Emília Correia
ASSESSORIA LITERÁRIA
Teresa Amado
CENÁRIO
Rui Filipe Lopes
FIGURINOS
Atelier Maria Gonzaga
COREOGRAFIA
Carlos Prado
DESENHO DELUZ
Carlos Gonçalves
ENCENÇÃO
Maria Emília Correia
INTERPRETAÇÃO
António J. Oliveira | Carla Galvão | Carlos Pisco | Joana Silva | Nádia Santos | Paula Guedes | Patrícia Andrade | Paulo Pires | Sofia de Portugal | Victor d’Andrade | Virgílio Castelo
Menina e Moça baseia-se na obra de Bernardim Ribeiro identificada pela frase incial “Menina e moça me levaram da casa de minha mãe para muito longe”. Aqui, a narradora revela que foi separada do seu “amigo verdadeiro” e veio para um lugar solitário entre serras e mar, onde tenciona escrever o livro, que talvez não possa terminar, pois aguarda a “derradeira hora” que “não pode já vir longe”. Ao deambular pelo vale a Menina encontra uma mulher desconhecida cuja aparência é a de “dona do tempo antigo”, que também conheceu grandes tristezas e se oferece para lhe contar uma história de amor e sofrimento que tinha acontecido naquela mesma terra.

Críticas

“O elenco mais experiente consegue criar bons momentos de espectáculo, arrancando a emoção das entranhas…”
– 12/01/2003 – Correio da Manhã (Ana Maria Ribeiro)

“…imperdível pela sua importância literária e inteligentes opções de encenação.”
–17/01/2003 – Semanário (Bruno Humberto)

“Temos de congratular-nos com o acertado resultado: encenação, cenografia, figurinos, coreografia e iluminação, tudo foi feito como deve ser.”
– 17/01/2003 – O Independente (José Couto Nogueira)